26 de fev de 2011

Você concorda com o uso de peles de animais na industria da moda?

O uso de pele de animais pela indústria da moda vem causando muita polêmica nos últimos anos e ainda hoje é um assunto que preocupa muito ambientalistas e associações de proteção dos animais.

Durante muito tempo usar roupas, casacos ou estolas de pele animal era o sonho de meninas ricas da Europa, já que era considerado muito elegante. Hoje os conceitos são diferentes e há uma rejeição de grande parte das pessoas, com poder aquisitivo para tanto, em usar roupas com pele animal.

Campanhas contra o uso de pele de animais ganharam o mundo da moda, e ativistas e ambientalistas ganharam a adesão de milhares de pessoas nessa causa, inclusive muitos estilistas hoje levantam essa bandeira nos eventos moda e defendem a preservação das espécies, abominando o uso das peles dos animais em suas roupas.

Muitas campanhas estão ocorrendo a fim desensibilizar o consumidor sobre as atrocidades cometidas para a retirada da pele dos animais. Milhões de animais são mortos anualmente para atender o mercado e muitas vezes a pele é retirada enquanto os animais estão vivos para que a pele não perca sua qualidade e seu valor comercial.
video
Propaganda de sensibilização contra o uso de peles de animais, protagonizada pela Cantora Pink

Pink em defesa dos animais (matéria explicativa da campanha/propaganda)  http://www.youtube.com/watch?v=JVfvyO5iRvw



Atualmente muitas pessoas usam casacos de pele sintética por considerar uma opção mais correta, entretanto ainda há muitas pessoas que usam sapatos, bolsas, cintos e outros acessórios de couro. Este fato ainda é percebido nos desfiles de moda.

A indústria do couro sintético vem crescendo e se aperfeiçoando sistematicamente, novas tecnologias são empregadas para garantir a qualidade, beleza e durabilidade.

A pele de animais apareceu em coleções de inverno de três estilistas na semana de moda carioca do Outono Inverno 2011. Nos desfiles do Fashion Business - evento paralelo à Fashion Rio, pelo menos três estilistas levaram peles à passarela: Carlos Miele, que usou raposa e coelho; Patrícia Vieira, que apresentou roupas de pele de cabra e de coelho, e Victor Dzenk, com peles de chinchila tingidas de rosa, vermelho e azul. Esta tendência também é internacional.

Pele de animal em desfile Grife Carlos Miele no Fashion Business (Rio, 2011)

O tema é controverso porque o inverno brasileiro é ameno, ainda mais aqui em Cuiabá (inverno de 40°... Affff!!!!), portanto não haveria razão para o uso de peles verdadeiras. Apesar do clima, o uso de peles é um promissor negócio no Brasil, que é o segundo maior produtor de peles de chinchila, atrás da Argentina. São cerca de 500 fazendas que abatem e comercializam em torno de 40 mil peles por ano.

Os animais que são criados para a produção de pele são submetidos a maus tratos. As chinchilas, por exemplo, são eletrocutadas ou têm os pescoços deslocados. Agonizam conscientes, enquanto a pele é retirada. Parece um filme de terror? E é.... para este animais indefesos.


Você concorda com o uso de peles de animais?



24 de fev de 2011

Exposição de Patrimônio Imaterial de Mato Grosso


O “Patrimônio Imaterial Mato-Grossense” é representado pelas Celebrações (Festas de Santos como de S. Benedito e de S. Gonçalo, Rituais Indígenas, Festança de Vila Bela, etc), Ofícios ou Modos de Fazer da  Viola de Cocho, Rede Cuiabana, Guaraná Ralado, Bolo de Arroz, Canoas, Arte Plumária Rikbatsa, etc. Também as Formas de Expressão como o Siriri e Cururu,  a Dança dos Mascarados de Poconé, o Minhocão, Jogo de Cabeça com Bola de Seringa Paresi e tantos outras.
Sem esquecer dos Lugares  como o rio Cuiabá, o Morro de Santo Antonio, a Praça da Matriz de Cáceres, a Ponte de Pedra ( Paresi), etc..
Aexposição contará com objetos, documentos e fotos lindas dos fotógrafos Mario Friedlander e do Laércio Miranda.

ONDE: Museu de Arte e Cultura Popular da UFMT no CENTRO CULTURAL ( ao lado da Caixa Econômica – Av do Boa Esperança)
ABERTURA? a partir do dia 3 de março ALTEROU A DATA, DEVIDO A FINALIZAÇÃO DOS PREPARATIVOS, PARA O DIA 17 DE MARÇO às 20H30,onde será serviço um Tchá cô Bolo

Grupos podem agendar visitas guiadas

20 de fev de 2011

Você quer mudar a cor do seu cabelo? Acerte na escolha!

Cor de cabelo para cada tom de pele

Às vezes dá aquela vontade de mudar... Pensamos em varias alternativas, um novo corte, uma nova cor, mechas, mas a dúvida sempre paira...O que será que fica bom? Será que vai combinar com meu estilo? Será que a cor vai combinar com meu tom de pele?
É o conjunto que determina a cor: cor da pele + cor dos olhos + idade + biótipo + estilo do corte de cabelo. Então aqui vão algumas dicas!!!
- A pele amarela (orientais) e a pele branca deve evitar tons acinzentados, pois deixa a cara lavada, sem brilho e envelhece. A oriental fica mellhor com tons castanho escuro, vermelho acaju e preto.
- A pele negra deve evitar tons loiros, pois são muito contrastantes. É indicado o tom castanhos mais escuros e avermelhados.
- A pele muito branca também deve evitar os tons muito escuros, como o preto, pois são muito contrastantes, não fica natural e tende a envelhecer.
- As mulheres de cabelos castanhos com pele branca, bochechas rosadas e olhos claros são as melhores candidatas a loiras.
- Para quem tem olhos azuis, fica melhor com louro-bege
- Olhos verdes e peles levemente bronzeadas - louro-dourado cai melhor.
- Loira bronzeada fica bem com cabelos cor de mel, marrom e loiro dourado.
- Ruiva fica bem com vermelhos acobreados, todas as gamas de marrons (do alaranjado ao dourado).
- Para Morenas de olhos escuros é mais indicado é o louro-escuro ( louro muito claro dá um look totalmente falso);
- Morena clara com olhos escuros, verdes ou azuis fica bem com cabelo castanho escuro, preto, loiro acinzentado, vermelho escuro (acaju).
- A Morena clara com pele dourada e olhos cor de mel harmoniza mais com tons alaranjados, loiro acobreado, reflexos dourados.
- Mulatas e negras - todas as gamas de castanhos, loiro dourado -- para quem é do tipo exótica -- e tons avermelhados, também  podem optar pelo preto com nuances em azul ou violeta, para ficarem com um cabelo com um aspecto mais saudável.
Quer testar cores de cabelo em você, sem precisar tingi-los?
Existe um site americano que você pode escolher entre dezenas de tipos de corte de cabelo e tonalidades diferentes, para testar novos looks antes de ir ao cabeleireiro. Em www.clairol.com você pode utilizar uma foto sua, ou se preferir, pode testar em modelos com o biotipo parecido com o seu. Como o soite está em inglês segue um passo-a-passo*:
- Entre em www.clairol.com
- Clique em “Style Tools”, no canto superior direito
- No menu do lado esquerdo, clique em “try it on studio
- No próximo menu, do lado esquerdo, clique em “register” (é de graça!)
- Preencha seus dados: Nome, Sobrenome, Data de aniversário (mês/dia/ano), Sexo, E-mail e senha. OZip Code (CEP, em inglês) só aceita números dos EUA, mas pra facilitar a vida de vocês, eis um número válido: 33172. Esse é o código de Miami.
- Dentro das 4 opções, você deve escolher a que melhor te descreve: 1ª) Tenho cabelos brancos e quero tintas permanentes e baratas para cobri-los. 2ª) Gosto de colorir meu cabelo para me sentir única e experimentar cores diferentes. 3ª) Uso tinturas para aparentar mais confiante e jovem. 4ª) Gosto de cores naturais e uso tintas semi-permanentes e produtos naturais.
- Gostaria de receber informações por e-mail? (escolha entre sim ou não)
- Na próxima página, escolha a opção “No, I’d rather not receive print editions of Color Sourcemagazine in the mail”. Eles oferecem edições gratuitas da revista, mas se você não mora nos EUA, não terá como receber as revistas.
- Após, eles pedirão dados para que possam te mandar a revista. Como você não vai recebê-la, pode inventar os dados. A única coisa que não poderá inventar é a cidade, “Miami” e o estado, “Florida” (porque na etapa anterior, você colocou um CEP de Miami).
- Clique em “sign me up” e ta-nan! Você está registrada! Clique de novo em “Style Tools” no canto superior direito, e depois em “try it on studio” para começar a montar seu look!

- Você pode escolher uma foto sua ou de uma modelo. Para usar uma foto sua, é necessário que você tenha uma foto com o cabelo preso e sem franjas. Clique em “upload” no canto inferior direito para escolher sua foto. Depois de feito o upload, encaixe seu rosto dentro do traçado existente. Utilize as ferramentas do lado direito para aumentar ou diminuir sua foto ou girar. Para movê-la, clique com o mouse e segure o botão esquerdo. Depois, escolha o tom de cabelo que mais se aproxime da sua cor atual, e depois disso é só escolher o corte de cabelo que quiser (divididos entre curto, médio, longo, glamoroso e homens) e a cor do cabelo (hightlighting aparece as cores disponíveis para tonalizantes eall over coloring as tintas permanentes e semi-permanentes).
____
*orientações da “DivaDiz”

18 de fev de 2011

Você sabe onde descartar seu Lixo Eletrônico? Agora tem quem busque...

Destino certo para o e-lixo
Há uns três dias atrás, eu andei com uma televisão que, pasmem... tinha mais de 24anos... pedi para um técnico para ver se tinha conserto... ainda pegava "mal e mal" uns canaiszinhos... quem sabe eu poderia deixar aqui no Ateliê, para nas noites de trabalho e criação, ver um programinha básico.


Que nada... A sentença foi absoluta... ela está velha demais... sem peças para reposição... Trouxe-a de volta para casa e fiquei sem saber o que fazer: Jogo no lixo? Para onde vai a velha TV? Será que alguém pode se machucar com ela? E o meio ambiente?O que acontece com este lixo eletrônico?

Decidi deixar na oficina de conserto, para ver se ele aproveitaria as peças...Resposta: só serve para retirar alumínio e cobre. Mesmo assim dexei lá minha saudosa TV, sob a condição que ele daria um destino adequado ao que sobrasse.

Pena que só hoje recebi esta informação que repasso à vocês: Existe uma empresa que recolhe lixo eletrônico na sua casa aqui em Cuiabá!!!! Quem enviou foi a Iane do SEBRAE-MT (Valeu pela dica!!!)

A Empresa BRASIL RECICLAGEM é uma empresa mato-grossense que recolhe o seu lixo eletrônico tanto em comércios como em residências sem custo e fazem a destinação correta dos mesmos.

È só agendar a coleta pelo telefone (65) 3665-1138 ou PR e mail brasilreciclagem@hotmail.com.br

15 de fev de 2011

Esmalte preto! Você Usaria?

Sara Bairelles (Grammy 2011)

O uso do esmalte preto requer personalidade, haja visto que os tons suaves como rosa e branco foram os eleitos pela maioria das celebridades que passaram pelo tapete vermelho do Grammy Awards 2011 na noite do último domingo (13.02), em Los Angeles. Entretanto, para fazer a diferença, a cor preta andou nas mãos de muitas estrelas.

Quem começou com essa moda foi Paris Hilton e Kate Moss, mostrando que pintar as unhas de preto não é mais uma atitude rebelde restrita aos roqueiros, góticos ou jovens que curtem sons melancólicos.

Essa moda veio de mansinho, sem estardalhaço e para usar e adequado que fique restrito às mãos. Unhas dos pés devem ser pintadas com bege claro ou branco transparente. Caso contrário, o “clima fica pesado”.

Por aqui, mostramos uma idéia, de uma de nossas clientes, que ficou ótima: esmalte preto com francesinha dourada. Esta combinação além de diferente ficou chick!!! 




















7 de fev de 2011

Plantando flores em você

Quando vi estas fotos, lembrei logo da música do IRA
 
"Nessa vida passageira
Eu sou eu, você é você
Isso é o que mais me agrada
Isso é o que me faz dizer...
Que vejo flores em você!.."

(prá quem quer ouvir o acústico desta música ...clique aqui)

A autora desta lindeza é Coleen Jordan, designer norte-americana, que criou uma série de acessórios feitos em diferentes elementos, pouco utilizadas normalmente, como plástico e cerâmica. Daí, também surgiu a linha "Wearable Planter", com vasos para plantas reais.








A invenção é um dos destaques da pesquisa. A designer criou pequenos recipientes de plástico, pendurados por um cordão, para acondicionar plantas e pequenos brotos, formando um elegante colar. Com isso, o usuário cria um acessório exclusivo, uma vez que pode escolher a plantinha aonde for, como passeios em parques ou outras situações. A novidade custa cerca de US$ 55 nos Estados Unidos.


As plantas que aparecem nas fotos são da espécie suculentas, mas dá para usar outra, que são menos frágeis.


Em tempos que o termo “sustentabilidade ambiental” é tão citado, que tal aderir a esta idéia?


Estou pensando em pegar um vasinho de barro, feito no São Gonçalo furar, colocar uma corrente ou uma fita e usar. Se der certo posto a foto....