21 de ago de 2010

Uma idéia legal

Transformação de discos velhos em produtos bacanas

Quadros
O designer Carlos Aires criou a coleção “Love is in the air” de quadros feitos com disco. Carlos se inspirou nas letras e conteúdo de cada disco e criou uma arte exclusiva para cada um deles, o resultado é bem interessante.

Bolsas

A empresa Momaboma criou uma bolsa super bonita utilizando o disco como peça central.

Quem quiser uma parecida... traga seu vinil que a Pricota faz....

Está na hora de depilar?

Aqui vão algumas dicas!




As mulheres se preocupam com os pêlos o ano inteiro, não somente no verão. A depilação no Brasil é amplamente difundida entre as mulheres, e aprovada pelos homens! As áreas mais depiladas são axilas, pernas, virilha e buço. Existem diversos métodos de depilação, entre eles as caseiras (com pinça, lâminas e aparelhos elétricos de depilação), e as feitas em salões de beleza, clínicas e centros de estética (com cera quente, cera fria e até a depilação definitiva). Cada mulher deve escolher a que acha mais confortável e conveniente com o tempo que quer se manter livre dos pêlos.
A depilação a cera ainda é a técnica preferida entre a maioria das mulheres, mas não raramente é deixada de lado para ser substituída pela lâmina de barbear. Parte delas faz isso graças a traumas adquiridos em uma primeira depilação mais dolorida ou feita por depiladora não especializada.
A idade aconselhada para iniciar depilação é a partir dos 15 anos. Segundo ela, as mães são a principal referência nessa fase e devem orientar e explicar todos os diferentes métodos de depilação para que a menina faça a opção que melhor lhe agradar.
Para ficar feliz com o resultado, antes e depois da depilação é interessante seguir algumas dicas:
A depilação com cera traz muitos benefícios, como uma pele mais macia e bonita, pelos sempre finos e delicados (diminuindo a dor da próxima depilação) e risco menor de machucar a pele, além de um período maior para crescimento dos fios.

Quando ocorre a primeira depilação a cera e os pelos são virgens (não passaram por depilação com lâmina), o processo será bem menos doloroso.
Depilar o corpo e o rosto com aparelhos elétricos ou lâminas de barbear não engrossa os pêlos. O que acontece é que quando os pêlos começam crescer novamente, eles ficam com uma aparência de “espetado”, o que causa a impressão de que engrossou”.
As lâminas, como a maior parte dos métodos, podem causar irritações, foliculites e cortes na pele. O efeito também é de curta duração, visto que os pêlos voltam a crescer dentro de três dias. O depilador elétrico remove pela raiz, mas é doloroso e não indicado para as áreas delicadas e com pêlos finos.
Um dia antes da depilação, faça uma esfoliação na área a ser depilada. A esfoliação é necessária para retirar as células mortas e desencravar os pêlos.
Aparar os pelos antes da depilação, já que arrancar pelos longos é mais complicado e consequentemente mais dolorido. “Tem mulher que acha que isso não é necessário porque diz que os pelos maiores não serão arrancados, mas se a pessoa apara até a chance da cera grudar durante o processo é menor”.
A escolha do local adequado é fundamental. Escolher um centro especializado com profissional qualificado é de extrema necessidade, pois temos que estar atentas aos riscos de contaminação. Outro aspecto a ser observado é a procedência da cera. Ela pode ser industrializada ou preparara no local. Mas atenção ceras preparadas artesanalmente, não devem conter sumo de limão, pois ele pode manchar a pele, principalmente se ela for exposta ao sol. Mesmo com uma boa higiene, podem restar resíduos do sumo que escurecem a pele.
Quanto a temperatura da cera, a quente diminui a dor na retirada dos pelos pois relaxa o local e dilata os poros, pois isso é mais indicada para as áreas mais sensíveis.
Uma região por vez: para se acostumar com o procedimento de depilação é melhor ir aos poucos. A orientação é depilar uma região a cada visita à depiladora e aumentar a área depilada gradativamente, tornando o ato de depilar menos traumático.
Não passar hidratante após a depilação, pois além de irritar a pele, o hidratante pode obstruir os poros e causar foliculite. Use somente no dia seguinte.
Faça uma esfoliação no local depilado três dias após. Isso fará com que os poros fiquem desobstruídos e não encravem.
Não use roupas muito apertadas principalmente na região da virilha.
Evite expor-se ao sol logo depois da depilação feita com cera. O risco de manchas é quase certo. Use protetor solar. Ele é importante para o corto todo e o uso ser renovado de 2 em 2 horas.
Para evitar pêlos encravados, faça semanalmente esfoliação no corpo todo.
É indicado que a depilação seja feita de 20 em 20 dias, já que neste período o pelo cresce, mas não muito. Muita gente que tem pavor dos pelinhos acaba optando por intercalar a depilação com a lâmina, mas isto pode causar uma sensação de desconforto.
Virilha cavada
Hoje a preferência das mulheres é a virilha cavada. Apesar de muitas optarem por esse tipo de depilação pela estética e pela preferência dos homens, o maior benefício tem a ver com a higiene.
Quando a depilação se estende ao ânus, um dos principais preconceitos tem a ver com a dor. Mas se você está com vontade de fazer e ainda tem medo, fique tranqüila pois, o ânus é a parte da depilação cavada que menos dói e a que após o processo oferece a mulher a maior sensação de bem estar devido a limpeza.
Se você se rende à  lâmina para manter o visual à  prova de biquí­ni cavado, saiba que não está só: 70% das brasileiras recorrem ao método sempre que estão longe da depiladora.
Mas lembre-se a indicação da lâmina só em caso de emergência mesmo. E siga estas dicas:
1.    No chuveiro, deixe a água quente escorrer na virilha por três minutos. Ela funciona como um antiinflamatório e dilata os poros.
2.    Evite sabonete, hidratante e condicionador, eles não são apropriados para esse fim e podem provocar alergia.
3.    Use creme de barbear ou próprios para depilação na região e espere mais três minutos para os pêlos amolecerem.
4.    Para impedir que os pêlos encravem lise a lâmina com cabeça móvel e passe-o no sentido dos pêlos.